HISTÓRIA DA ORGANIZAÇÃO:

A Associação Rainha da Paz trabalha desde 1988 com as comunidades dos Jardins Fim de Semana, Maracanã, Capelinha e Pró-Morar São Luiz, localizadas no Distrito São Luiz, entre o Cemitério São Luiz e o Córrego dos Freitas, no Parque Santo Antonio, zona sul da cidade de São Paulo.

Naquele ano, um grupo de mulheres - fundadoras de nossa Associação - começou a fazer as primeiras visitas às famílias, preocupadas com as precárias condições em que viviam e realizando trabalhos assistenciais que contribuíram de forma decisiva para a criação de vínculos de confiança com as mães dessas comunidades.

Em 1994 fundamos a nossa Associação, que passou a oferecer subsídio jurídico para as nossas ações e em 2002 começamos a desenvolver, além dos programas assistenciais, projetos culturais, educacionais, esportivos, de lazer, de combate à desnutrição materno-infantil, de inclusão digital, de geração de renda e capacitação profissional, que possibilitaram o atendimento a um número maior de famílias.

Entre abril de 2003 e março de 2004, desenvolvemos, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, o projeto NAF, NÚCLEO DE APOIO À FAMÍLIA, que nos permitiu cadastrar, nas quatro comunidades, as famílias que se encontram em situação de maior risco e vulnerabilidade social e desde então procuramos sempre vincular e envolver os representantes e membros destas famílias nos projetos que desenvolvemos.

Em agosto de 2004 e setembro de 2005 organizamos duas grandes festas culturais, o FAVELA CULTURAL (I E II) - um sábado inteiro dedicado à cultura: brincadeiras e teatro de rua, maracatu, dança afro, bloco de samba, grupos de percussão, banda de jazz, grafite, plantação de árvores e cinema no campinho, onde o principal objetivo foi trazer diversidade cultural para a nossa comunidade.

Em 2006 assinamos o convênio com a Subprefeitura M' Boi Mirim para execução do projeto Pólo de Desenvolvimento Social tendo como proposta implantar um pólo de pesquisa, produção e fomentação cultural e tecnológica capaz investigar e abordar os problemas da comunidade a partir de recursos, linguagens e ações que instiguem a reflexão, a participação e a mobilização pela implementação de iniciativas superadoras.

Também em 2006 firmamos nosso primeiro convênio com SMADS, para a execução do projeto Agente Jovem, seguido de outros: o convênio para implantação do nosso projeto Núcleo Sócio Educativo III e IV de capacitação profissional em Panificação e Confeitaria; em 2007 o convênio para implantação do Núcleo de Convivência para Idosos "Melhor Idade"; e em 2008 implantamos o nosso Centro para Crianças e Adolescentes.

Em 2009 assinamos o convênio com a SMADS para execução do projeto Centro para Juventude I. Agora em 2010 inauguramos o Centro para Educação Infantil "Mãe Peregrina" em parceria com a Secretaria Municipal da Educação.

Últimos Eventos